Causas da LER


>



http://cyberdiet.terra.com.br/cyberdiet/imagens/interacao/original/2/ler-lesoes-por-esforco-repetitivo-no-trabalho-2-105.jpg

A LER ou DORT são as manifestações de lesões decorrentes da utilização excessiva, imposta ao sistema músculo-esquelético, e da falta de tempo para recuperação. Lesões neuro-ortopédicas como as tendinites, sinovites, compressões de nervos periféricos podem ser identificadas ou não.

Leia:

Corrente faradica e a Fisioterapia
Ginastica laboral e a sua atuação
Como evitar lesões esportivas
Pilates
Espondilose Lombar

Os fatores de risco não são necessariamente as causas diretas das LER - DORT, mas podem gerar respostas que produzem as LER – DORT. Os fatores de risco não são independentes, interagem entre si e devem ser sempre analisados de forma integrada. Envolvem aspectos biomecânicos, cognitivos, sensoriais, afetivos e de organização do trabalho.

Os fatores incluem:

Posto de trabalho que force o trabalhador a adotar posturas, a suportar certas cargas e a se comportar de forma a causar ou agravar afecções músculo-esqueléticas.
Exposição a vibrações de corpo inteiro, ou do membro superior, podem causar efeitos vasculares, musculares e neurológicos.
Exposição ao frio pode ter efeito direto sobre o tecido exposto e indireto pelo uso de equipamentos de proteção individual contra baixas temperaturas (ex. luvas).
Exposição a ruído elevado, entre outros efeitos pode produzir mudanças de comportamento.
Pressão mecânica localizada provocada pelo contato físico de cantos retos ou pontiagudos de objetos, ferramentas e móveis com tecidos moles de segmentos anatômicos e trajetos nervosos provocando compressões de estruturas moles do sistema músculo-esquelético.
Posturas. As posturas que podem causar LER-DORT possuem três características que podem estar presentes simultaneamente:
Posturas extremas que podem forçar os limites da amplitude das articulações.
Força da gravidade impondo aumento de carga sobre os músculos e outros tecidos.
Posturas que modificam a geometria músculo-esquelética e podem gerar estresse sobre tendões, músculos e outros tecidos e/ou reduzir a tolerância dos tecidos.
Carga mecânica músculo-esquelética. Entre os fatores que influenciam a carga músculo-esquelética, encontramos: a força, a repetitividade, a duração da carga, o tipo de preensão, a postura e o método de trabalho. A carga músculo-esquelética pode ser entendida como a carga mecânica exercida sobre seus tecidos e inclui:
Tensão (ex.: tensão do bíceps);
Pressão (ex.: pressão sobre o canal do carpo);
Fricção (ex.: fricção de um tendão sobre a sua bainha);
Irritação (ex.: irritação de um nervo).
Causas da LER Causas da LER Revisado by Faça Fisioterapia on 06:42 Nota: 5

Nenhum comentário