Devido ao aumento de produção no trabalho referente ao crescimento das organizações, os funcionários tendem a desenvolver doenças ocup...

Habilitação do Fisioterapeuta do Trabalho










Devido ao aumento de produção no trabalho referente ao crescimento das organizações, os funcionários tendem a desenvolver doenças ocupacionais como LER – lesões por esforço repetitivo – e DORT – Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho, que resultam na diminuição da produtividade temporária do funcionário e, em alguns casos, podem até terminar em diminuição permanente. Para evitar esse tipo de transtorno dentro das empresas, um profissional formado na área de fisioterapia é contratado para assessorar a saúde ocupacional dos colaboradores da instituição com a prática da ginástica laboral, da recuperação de queixas e desconfortos e da ergonomia.

Assim nasceu a especialidade de Fisioterapia no Trabalho. Mas o que esse especialista é apto a realizar?

Para manter um nível de qualidade elevado no trabalho, é preciso que o colaborador esteja em dia com a sua saúde, tanto a saúde física como a mental. A fisioterapia no trabalho exerce, previne e trata as possíveis lesões ocasionadas durante as atividades desenvolvidas na jornada de trabalho. O fisioterapeuta também é responsável pelo desenvolvimento de programas que previnam acidentes de trabalho. Ele desempenha o papel de consultor e gera a habituação de funcionários afastados que estão retornando às suas funções. O fisioterapeuta deve instigar os colaboradores a assumirem hábitos de vida mais saudáveis, obtendo uma consciência corporal que resulta em bem-estar tanto físico como emocional no local de trabalho

Portanto, o profissional é habilitado a realizar:

- Ginástica Laboral;
- Laudos, Análises (AET), Gestão e Assessoria Ergonômica (NR17);
- Assistência Técnica em perícias de DORT e Ergonomia;
- Estabelecimento de Nexo de causa cinesiológica funcional e ergonômica;
- Avaliação das funções muscoesqueléticas;
- Avaliação cinesiológica funcional;
- Implantação de programas de qualidade de vida no trabalho;
- Reintegração de trabalhadores;
- Estruturação de pausas compensatórias;
- Adequações de postos de trabalho às necessidades trabalhistas;
- Desenvolvimento de tecnologia assistida para adequações dos postos de trabalho dos trabalhadores com necessidades especiais.  




Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

O curso Fisioterapia do Trabalho, por meio da educação à distância, oferece ao profissional o conhecimento sobre definições gerais em Fisioterapia do Trabalho. Carga horária: 30 Horas Clique aqui


Poste um Comentário

0 comentários:

Faça Fisioterapia