O que é DORT?


>




Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), termo abrangente que se refere aos distúrbios ou doenças do sistema músculo-esquelético, principalmente do pescoço e membros superiores, relacionados, comprovadamente ou não, ao trabalho (Nascimento e Morais,2000).

Esses distúrbios são devidos fundamentalmente à utilização biomecanicamente incorreta dos membros superiores, com força excessiva, manutenção de posturas incorretas, alta repetitividade de um mesmo padrão de movimento e compressão mecânica das delicadas estruturas dos membros superiores (Iida, 1998).

Para Nascimento e Moraes (2000), os projetos inadequados de máquinas, assentos ou bancadas de trabalho obrigam o trabalhador a usar posturas inadequadas que, mantidas por muito tempo, podem provocar fortes dores localizadas naquele conjunto de músculos solicitados para a conservação da postura.

As condições psicossociais, os usos incorretos de mobiliário e equipamento desconfortáveis são também apontados como responsáveis pelo aumento dos casos de DORT, mas esta análise estaria incompleta se deixássemos de lado o fator tensão excessiva, que costuma ser um fator contributivo presente em praticamente todas as situações que temos visto em nossa atividade profissional (Couto, 1995).

O aparecimento das afecções músculo-esqueléticas está ligado à exposição dos trabalhadores a esses riscos e sua magnitude depende da intensidade, freqüência e duração da exposição e da capacidade individual de lidar com as exigências do trabalho (Iida, 1998).
Os casos de DORT são frutos de uma série de fatores que, agregados, levam à degradação do "bem-estar, refletindo diretamente na saúde do empregado, que, por vezes, pode chegar a infuncionalidade para o trabalho, tarefas do lar, lazer, enfim, o DORT pode tornar o indivíduo um ser "incapaz" (Nascimento e Moraes, 2000).

Enfermidades como lombalgias, tenossinovites, tendinites, sinovites, cervicalgias, epicondilite, síndrome do túnel do carpo, síndrome de Quervaín, peritendinite em particular de ombros, cotovelos, punhos e mãos, dedo em gatilho, cisto, síndrome do túnel do ulnar, síndrome do pronador redondo, síndrome do desfiladeiro torácico, síndrome cervical ou radiculopatia cervical, neurite digital, são apenas algumas das afecções músculo-esqueléticas mais comuns em trabalhadores com DORT.

Essas patologias estão surgindo em proporções alarmantes, especialmente em alguns setores ocupacionais, o que tem elevado o interesse por questões associadas à saúde do trabalhador. Este interesse está fundamentado no aumento de despesas médicas, hospitalares, faltas no trabalho, absenteísmo, aposentadorias precoces, que refletem significativamente na qualidade de vida do trabalhador e na produtividade (Codo e Almeida, 1998).

Os programas de qualidade de vida, não devem incluir apenas a prática regular de exercícios durante a jornada de trabalho, pois a obtenção de resultados mais significativos, tanto no nível coletivo como no individual, é obtido de modo mais eficaz quando esses exercícios são acompanhados por análises ergonômicas, antropométricas,
posturais e biomecânicas (Deliberato, 2002).
O que é DORT? O que é DORT? Revisado by Faça Fisioterapia on 12:14 Nota: 5

Nenhum comentário