A importância da ginástica laboral


>




Saiba como o ambiente de trabalho pode provocar posturas erradas. E o que as empresas podem fazer para enfrentar a situação e ajudar os funcionários.

Falar com o telefone apoiado no ombro é uma cena rotineira em várias empresas. Diferentes funções, mas as mesmas necessidades: falar ao telefone e, ao mesmo tempo, usar o computador.

O resultado não poderia ser outro: horas durante o dia com a coluna completamente torta. “Eu sei que é um problema. Eu estou com a cabeça do lado, digitando, e, ao mesmo tempo, tenho que olhar para o outro lado. Sei que, no final, isso pode trazer alguma coisa drástica para mim”, afirma o analista de planejamento Leandro Rocha.

Esticar os ombros e relaxar o pescoço são exercícios que a chefe de logística Scheila Chriginio faz quase sem perceber. É como se o corpo pedisse essas rápidas pausas durante as oito horas diárias de trabalho. “O dia, às vezes, fica bem pesado e a gente vai sentindo aquele cansaço, a tensão acumulando, principalmente, na região cervical”, conta ela.

Para relaxar um pouco os funcionários e aliviar o estresse, uma empresa oferece ginástica laboral três vezes por semana. São apenas 20 minutos de exercícios, mas, para muitos, vale como uma sessão de massagem.

“A sensação que eu tenho é de relaxamento total. Saio bem relaxada e pronta pra começar o dia feliz e bem disposta”, destaca a técnica em segurança do trabalho Talita Paes.

Segundos os médicos, quanto mais repetitivo for o trabalho, maior é a necessidade de fazer pequenas pausas durante o expediente. Em uma indústria química, as máquinas param duas vezes ao dia. É o aviso de que está na hora de cuidar da saúde.

“O benefício é geral, porque todo mundo sente uma melhoria e o dia-a-dia fica muito mais gostoso depois causa da ginástica laboral”, ressalta o operário de produção Andrey Bandeis.

Se a sua empresa ainda não tem este programa, anote algumas dicas que podem ajudar a prevenir problemas relacionados com a postura:

- Faça uma pausa a cada 25 minutos no computador;
- Mantenha os ombros relaxados, os pulsos retos e a coluna firme no encosto da cadeira;
- Deixe os pés totalmente apoiados no chão.

“Um dos objetivos da ginástica laboral, além do exercício, é conscientizar as pessoas em relação à postura no trabalho, para que a gente possa prevenir as lesões por esforço repetitivo e diminuir os efeitos nocivos do estresse, que é um outro problema que hoje acomete os trabalhadores”, conclui Lilian Carvalho, do Conselho Regional de Educação Física.

Fonte: Portal RJTV
A importância da ginástica laboral A importância da ginástica laboral Revisado by Faça Fisioterapia on 10:28 Nota: 5

Nenhum comentário