Dor na coluna é a segunda causa de licença no trabalho


>





O que no começo era apenas uma dor incomoda nas costas, se tornou um grave problema de saúde, que causou afastamento do trabalho há 10 anos. A técnica em enfermagem Sonia Guedes, 59 anos, conta que já passou por mais de 15 cirurgias ao longo de quase 30 anos. "O problema nas costas gerou outros. Chegou um momento que eu não mexia nem o braço. As cirurgias mais complexas eu fiz há 9 e há três anos. Tenho quatro pinos, uma placa e enxerto de osso na coluna. Vivo a bases de remédio e até tomei morfina de tanta dor", afirmou.

Já a aposentada Teresa Rodrigues Succhi, 65 anos, sofre com hérnia de disco cervical e lombar e se livrou da cirurgia graças ao tratamento que vem realizando há dois meses. "Já estava com os exames prontos, mas graças a Deus não precisei operar. Estava deprimida e com muitas dores, vivendo a base de remédios, não queria sair da cama. Através do tratamento estou me sentindo ótima", comemorou.

Segundo dados do IBGE, no Brasil a dor nas costas é a terceira causa de aposentadoria e a segunda de licença ao trabalho. Estatísticas também indicam que 13% das consultas médicas são provenientes de queixas de dor na coluna vertebral e, no país, já são mais de 5,3 milhões de pessoas com hérnia de disco.

A doença, segundo a associação, é uma epidemia que se multiplica pela falta de programas preventivos e incentivos à prática esportiva. "Cerca de 80 % da população já teve ou vai ter um episodio de dor nas costas, de acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). Desse percentual, apenas de 5% a 7% necessitam de cirurgia, portanto, a prevenção e o tratamento são essenciais, uma vez que quando diagnosticado e tratado no inicio, o problema tem maior probabilidade de cura", ressalta a fisioterapeuta Ligia Silva Souza Catanante.

Dor na coluna é a segunda causa de licença no trabalho Dor na coluna é a segunda causa de licença no trabalho Revisado by Faça Fisioterapia on 06:33 Nota: 5

Nenhum comentário