Música no trabalho melhora rendimento profissional


>




O cara no cubículo ao lado está discutindo no telefone. Do outro lado da sala alguém amaldiçoa em voz alta uma máquina que deixou de funcionar. O fone de ouvido do outro lado da mesa de repente parece muito atraente. Alguém se importa se você colocar para tocar suas músicas do iTunes por um tempo? Há trabalhadores que gostam de ouvir suas canções preferidas quando acham que estão perdendo o foco. Há também aqueles que buscam escapar de um ambiente que é muito barulhento (ou muito baixo) para sentir a rotina se tornar de alguma maneira mais viva.

Uma pesquisa realizada por Teresa Lesiuk, professora de terapia musical na Universidade de Miami, investigou como a música afeta o desempenho no trabalho. Em um estudo envolvendo especialistas de tecnologia de informação, ela descobriu que aqueles que ouvem músicas durante o horário profissional concluem suas tarefas mais rapidamente e têm ideias melhores, já que a melodia altera o humor.

— Quando você está estressado pode tomar uma decisão equivocada por ter um foco muito estreito de atenção. Durante um estado de espírito positivo, porém, é capaz de pensar em mais opções — afirma Lesiuk.

A professora também descobriu que a escolha pessoal na música também é importante. Durante a pesquisa ela permitiu que os participantes selecionassem qualquer obra que eles gostavam. Os moderadamente habilidosos no trabalho se beneficiaram mais do artifício. Os já experientes não sentiram efeito e os novatos consideraram as melodias distrações.

Em termos biológicos, sons melodiosos ajudam a incentivar a liberação de dopamina na área de recompensa do cérebro. Segundo Amit Sood, doutor em medicina integratica da clínica Mayo, é a mesma sensação de quando uma pessoa come uma guloseima, olha algo apelativo ou cheira um aroma agradável.

— As mentes das pessoas tendem a vagar e sabemos que a mente, quando viaja, é infeliz — diz Sood. — Na maior parte do tempo estamos focando as imperfeições da vida. A música pode nos trazer de volta ao momento presente.

Poucas empresas têm algum tipo de regulamentação da música durante o horário de trabalho, conta Paul Flaherty,vice-presidente da agência de recursos humanos Robert Half Technology. Mesmo assim, segundo ele, ainda é uma boa ideia consultar o chefe quando ao uso de fonte de ouvido no escritório. Alguns supervisores podem achar que os trabalhadores não estão totalmente engajados no trabalho e presos dentro do próprio mundo.

— Se alguém não estiver fazendo um bom trabalho poderá ouvir do gerente que tudo o que faz é ouvir música todo dia — alerta Flaherty.

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário